segunda-feira, 27 de abril de 2015

Shippando o próprio relacionamento

Olá pessoas!
Sim!
Foi isso mesmo o que você leu no título!

     Comecei a pensar sobre uns assuntos que relacionam (pra variar) relacionamentos!
     Por que não shippar o nosso próprio relacionamento?
     Poxa, a gente torce tanto por outros casais. A gente torce tanto por casais que muitas vezes a gente nem conhece de verdade, mas que por serem famosos, a gente acaba tendo o conhecimento do relacionamento.
     Quem ai shippa a Angelina e o Brad, ou a Gisele e o Tom?
     Mas pera, a que ponto torcer por nossos próprios finais felizes tem haver com fazer o papel de palhaço?
     Gente, não confundam as coisas. Jamais! Torcer por vocês dois, não quer dizer que você tem que aceitar tudo numa boa e ser feita de boba como se desprezasse o seu amor próprio.
     Eu torço pela gente quando sinto aquela sensação boa, de deitar no peito dele e dormir durante uma tarde inteira do domingo, sentindo que aquele é definitivamente o meu lugar preferido no mundo todo.
     Eu torço por nós dois, quando a gente tem uma discussão e eu definitivamente não consigo dormir enquanto não fizermos as pazes e sentir os pés dele nos meus, me esquentando e me fazendo rir.
     Eu torço por nós dois toda vez que eu abro mão de um programa de domingo a noite para ficar assistindo Trato Feito no History Channel, e ficar xingando o Rick pelos preços absurdos que as vezes ele oferece (ah, aquele programa!! ♥♥♥).
     Eu torço por nós dois por infinitas coisas, e a cada coisa que conquistamos juntos.
     Até por que no final das contas, se prestarmos bem atenção, somos os protagonistas da nossa própria história, mas também os nossos maiores expectadores, então nada mais justo do que torcer para que haja de verdade aquela sua parte que se sente realizada.
    O mundo anda tão frio que amar chega a ser ridículo. Mas só quem descobre o amor e shippa o próprio relacionamento, sabe o que é se aventurar!

Nenhum comentário: